Meu nome é Ernesto!

A peça se trata de uma conversa entre Ernesto e Marta, um casal de idosos que comparam suas lembranças sobre os relacionamentos anteriores e suas reminiscências. O esquecimento atinge  o casal que confunde histórias, datas e principalmente nomes. O passado é tão presente quanto o presente, mas tem a vantagem de ser, justamente, o passado e a ordem e os fatores já não importam tanto. Eles servem como peças de um grande quebra-cabeça onde o que importa é justamente  a tentativa de colocar tudo em seu devido lugar independente do fato de estar certo ou errado. A importância de tudo está no estar junto e não no tempo ou no espaço. Com direção de Felipe Fagundes “Meu nome é Ernesto” apresenta de maneira leve e divertida o universo dos idosos.